Assuntos de Goiás TV

Arquivo do blog

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Reforma política da forma como está é prova cabal do total desrespeito dos políticos com o povo – Administrador de Sonhos



Doação oculta, lista fechada, fundo bilionário e outros absurdos não menos Republicanos, o Congresso Nacional deixa claro que não esta nem ai para o momento por que passa a economia do país, se tem ou não 14 milhões de desempregados ou o que anseia os brasileiros em relação a política. A única preocupação que os legisladores tem é com suas regalias, privilégios e com qual proveito eles podem tirar disso tudo.



Pontos polêmicos que não são mais abusivos do que os legisladores se colocarem a disposição para discutir o assunto, os brasileiros clamam por mudanças no sistema eleitoral, mas na realidade querem tudo ao contrário do que esta sendo proposto pelos nobres deputados.



Com excesso de propostas e divergências, deputados admitem dificuldade para aprovar reforma política



Três textos estão em discussão na Câmara, e cada um trata um tema diferente. Um deles já está pronto para ser votado em plenário. O documento propõe a criação do fundo democrático e do 'distritão'. 


 Fonte: CBN - A rádio que toca notícia - Com excesso de propostas e divergências, deputados admitem dificuldade para aprovar reforma política

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Sem levar em conta o Brasil, Câmara deve criar fundo bilionário para bancar a farra eleitoral – Assuntos de Goiás | Questão Brasil



Um tapa na cara do cidadão brasileiro esta sendo discutido no Congresso Nacional pelos legisladores que fingem que estão ouvindo as ruas, quando na verdade preparam outro golpe visando manter regalias e privilégios de quem tem mandato vigente. 

Líderes da base aliada do governo no Congresso pressionam para que o fundo público de R$ 3,6 bilhões para bancar campanhas eleitorais seja abastecido com recursos já existentes no Orçamento, como emendas parlamentares e verbas controladas pelos partidos. 

Na prática isso significa tirar recursos dos municípios e estados de áreas como Saúde, Educação, Segurança Pública e infraestrutura para bancar a farra eleitoral, um verdadeiro escárnio promovido por todos os partidos do Brasil. 

Se prevalecer a forma como a comissão da Câmara aprovou a criação do Fundo Especial de Financiamento da Democracia (FDD), o governo vai ter de lidar com uma nova despesa no ano que vem, em meio aos problemas de receita e discussão da revisão da meta fiscal. 

Para variar a proposta de utilizar as emendas como fonte de financiamento do fundo é capitaneada pelo líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), e pelo presidente da Casa, Eunício Oliveira (PMDB-CE). A criação do fundo visa substituir os financiamentos privados de campanha, propinas e caixa 2, uma forma descarada de um ar de legalidade ao abuso do poder econômico de uns poucos e impedir de alguma forma que haja renovação na política brasileira.


quarta-feira, 12 de julho de 2017

Ocupar! Não deixar o Golpe governar


As senadoras que assumiram a mesa do Senado durante a votação da reforma (sic) trabalhista criaram uma nova forma de luta: ocupar para impedir o Golpe de governar!

Botar o pé na porta!

Se dependesse do ansioso blogueiro, as senadoras heroínas estariam sentadas lá até agora para impedir que a Lei Áurea fosse abolida!

Assista à nova edição da TV Afiada e saiba mais.

Desde a época de Clodovil que se cobrir vira circo: Deputado afirma "DEPUTADA É FEIA"


Amigos
vejam que absurdo o bate boca na Camâra Federal em Brasilia de um Deputado Federal que afirma categoricamente que a deputada é FEIA.

segunda-feira, 10 de julho de 2017

As Mudanças da Reforma Trabalhista e os Efeitos para o Empresário

A Reforma Trabalhista e as Mudanças para o Empresário:
O Parcelamento das férias em até três vezes, com pelo menos duas semanas consecutivas de trabalho entre uma dessas parcelas é uma possível mudança importante. 
Pactuar para 220 horas na jornada mensal.
Formalização do banco de horas, sendo garantida a conversão da hora que exceder a jornada normal com um acréscimo mínimo de 50%.
Intervalo da jornada de trabalho com no mínimo de 30 minutos.
Regulamentação do trabalho remoto com regras.
A remuneração por produtividade, um grande avanço no mercado.
Relações sindicais que serão em alguns aspectos acima da legislação trabalhista.
Na prática as mudanças, sendo aprovadas, representarão um avanço para empregadores. 
Vamos esperar pelas aprovações e regulamentações em 2018

Seguidores

Pesquisar este blog